Análise de Desempenho

5939b2_46dae1dc06a84317bc53634b9c28cb67

No final dessa matéria, disponibilizamos a entrevista EXCLUSIVA que fizemos via-E-mail com Ricardo Pombo Sales, Analista de Desempenho da Confederação Brasileira de Futebol – Seleção Principal Feminina e Instrutor dos Curso de Análise de Desempenho CBF Academy PRO e BASE e Licença PRO.

A Análise de Desempenho é uma realidade no futebol.

Solta a vinheta que o assunto é de primeira!

PREMIUM

http://www.ricardopombosales.com.br

Os maiores clubes do mundo possuem departamentos com dezenas de profissionais especializados em cada função da Análise, como: avaliar os jogadores do clube, analisar adversários e observar potenciais contratações.

O futebol se tornou um esporte objetivo, onde os erros devem ser minimizados e cada ação é observada por todos. Nesse cenário, a função do Analista é fundamental e valorizada.

No Brasil, ainda é um movimento recente, mas boa parte dos clubes, independente do tamanho, estão montando seus departamentos e contratando profissionais.

Para quem deseja trabalhar no futebol é uma excelente oportunidade, já que Análise de Desempenho atualmente é a principal porta de entrada no mercado.

Você sabe o que é e como funciona a análise de desempenho no futebol? A tecnologia, que está cada vez mais presente na vida das pessoas, invadiu o mundo dos esportes e chegou para ficar. Analisar os dados de uma partida tem como finalidade principal melhorar a performance dos atletas, criar um esquema tático eficiente para a equipe e servir de ajuda para que o treinador possa tomar boas decisões.

As pranchetas e planilhas feitas à mão, com alguns dados dos jogos, estão dando lugar a programas complexos que em poucos segundos oferecem milhões de informações, as quais uma pessoa levaria muitos dias para calcular. Essa tecnologia benéfica tem chamado cada vez mais a atenção dos profissionais da área esportiva, que têm interesse em aprender como ocorre a análise de desempenho no futebol.

Apesar do desejo de aprender, muitos não sabem ao certo como funciona, quais os softwares que analisam os atletas e onde se pode buscar capacitação. Para ajudar, criamos este post cheio de dicas a respeito da análise de desempenho no futebol. Acompanhe!

Entenda como é a análise de desempenho no futebol

Para que uma partida de futebol seja analisada, ela é dividida em quatro etapas, iniciando por defesa, depois passando pelo ataque e pelas movimentações ofensivas e defensivas que ocorrem no jogo. Durante essas etapas, são avaliados os fundamentos do futebol praticados por cada atleta e por toda a equipe em conjunto.

O adversário também é estudado e, nesse caso, o analista procura descobrir qual é o modelo de jogo e o comportamento padrão e desviante de cada um, para que o treinador possa previamente montar uma estratégia adequada.

As observações são realizadas de duas maneiras distintas, que visam qualificar e quantificar as ações de cada equipe. Por meio delas, é possível encontrar os aspectos que contribuem ou não para o rendimento, além de perceber como se dá a evolução de cada uma.

Análise qualitativa

A análise qualitativa é um tipo de verificação exploratória, ou seja, uma pesquisa em que não se tem apenas uma resposta para o questionamento. Ela procura encontrar aspectos subjetivos em uma averiguação.

Durante a análise de uma partida de futebol, por exemplo, a parte qualitativa é realizada por meio de imagens e vídeos gravados, que podem ser acoplados a softwares de auxílio.

Ao estudar esses vídeos, o analista consegue observar a dinâmica de cada equipe e como elas se comportam durante todo o jogo. É possível controlar e avaliar cada jogador em qualquer aspecto que se deseje.

Outra função importante da análise qualitativa é em relação ao comportamento das equipes. O estudo dos times contra os quais se vai jogar é realizado previamente, e a partir dele a estratégia é montada para o jogo em questão.

Já na análise qualitativa da própria equipe, consegue-se obter toda a dinâmica do jogo: como o time se comportou em campo, quais foram os locais em que esteve mais presente e a parte do campo que menos habitou, onde ocorreram a maioria dos desarmes ou dos chutes a gol.

Análise quantitativa

A análise quantitativa faz a enumeração dos acontecimentos do jogo, ou seja, transforma todas as jogadas e ações que aconteceram em uma partida em dados que, em conjunto, formam as estatísticas.

As estatísticas da partida, quantificadas, são chamadas de scout técnico. Com ele, é possível estudar cada jogador em sua individualidade ou a equipe em conjunto. Cada analista define quais são os dados considerados importantes, para que possa quantificá-los durante e após uma partida.

As oportunidades são muito extensas, sendo possível dissecar um jogo inteiro, detalhe por detalhe, e buscar diferentes informações para o aperfeiçoamento. Apesar da importância desses métodos, no Brasil, uma boa parte das equipes ainda utiliza de forma amadora a análise de dados, sendo esse, então, um mercado ainda aberto e com grandes chances de crescimento.

Saiba como a tecnologia analisa as partidas

A análise da partida é realizada por meio de um software que capta imagens e vídeos, como já vimos anteriormente. Contudo, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, não há um deslocamento das câmeras a cada movimento da bola ou do jogador.

Elas ficam posicionadas estaticamente e filmam determinada região do campo, que é estudado em por regiões. Uma das formas mais utilizadas é dividir o campo em pequenos quadrados, correspondentes às diversas posições dos jogadores.

As imagens captadas são calculadas por algoritmos e geram dados complexos quase que em tempo real. Veja alguns exemplos:

  • número de passes acertados e errados;
  • quantidade de finalizações;
  • direção e distância de cada finalização;
  • distância dos passes, quantificando os acertados e os errados;
  • local do campo em que a equipe mais esteve presente durante a partida;
  • local do campo onde ocorreu o maior número de desarmes pró e contra;
  • distância percorrida por cada atleta;
  • velocidade e aceleração de cada jogador;
  • tempo de posse de bola.

Mas, afinal, como os softwares funcionam na análise da partida?

A primeira programação realizada é para que a bola seja reconhecida, tanto parada como em movimento. Depois disso, é a hora de marcar os jogadores, que recebem uma programação diferenciada para cada perna.

As microcâmeras são os equipamentos responsáveis por captar todas as imagens que posteriormente serão transformadas em dados e informações para criar a melhor tática para a equipe.

O computador deve ser configurado previamente, antes de a bola rolar. Nessa programação, são solicitados todos os dados que se deseja que o software capte. Após o início da partida e o play no programa, é só esperar para ter todas as informações requeridas.

A partir daí, é possível criar inúmeros gráficos e planilhas, com a evolução de cada atleta em todos os fundamentos. Assim, se consegue também medir o desempenho individual ou do conjunto. É possível obter qualquer dado, até mesmo qual jogador mais errou passes no primeiro ou no segundo tempo ou em determinado setor do campo.

Quantificar esses dados, elaborar estudos e laudos sobre as equipes envolvidas e enviar para o restante da comissão técnica é o papel do analista. Apesar de parecer fácil, é preciso ter um prévio entendimento de futebol e uma boa leitura de jogo. Aqueles profissionais que desejem se inserir no mercado devem buscar uma qualificação, para que possam desempenhar essa função de maneira eficiente.

Veja a diferença entre a análise de dados na Europa e no Brasil

A análise de desempenho esportivo, especialmente no futebol, data dos anos 90 na Europa e já é uma prática muito difundida por lá. A grande maioria dos clubes do Velho Continente utiliza a análise para aprimoramento próprio e para o estudo do adversário.

Na Europa, os clubes contam com grandes departamentos, especializados nessa função e equipados com diversas ferramentas que os ajudam na tomada de decisões e organização de esquemas táticos.

Uma das principais funções atribuídas à equipe de análise de desempenho é repassar ao treinador e a toda a comissão técnica os dados necessários para que o trabalho possa ser bem realizado.

Uma das grandes diferenças está na importância que a Europa e o Brasil atribuem a essa prática. Os clubes pertencentes ao Velho Continente contam com equipes de, em média, 20 profissionais para realizar a análise de desempenho e consideram que ela é indispensável para o sucesso do time.

Já no Brasil, os clubes que têm esse serviço muitas vezes contam apenas com uma ou duas pessoas para desempenhar essa função. Na grande maioria das vezes, esses profissionais ficam sobrecarregados e não conseguem realizar com tanta qualidade o seu trabalho.

Mas por que será que a análise de desempenho, tão eficiente na Europa, ainda não é tão evoluída no Brasil?

Estamos vendo, aos poucos, o país do futebol, onde os jogadores já nascem com a bola nos pés, ficar para trás de algumas outras nações que não têm tanta tradição no esporte. Um dos motivos pode ser a falta de profissionalização.

Enquanto o Brasil não atribui muita importância ao desenvolvimento tático e à tecnologia que vem sendo criada para isso, países de outros continentes estão voando a nossa frente. Um dos motivos para que isso esteja ocorrendo pode ser o alto nível de investimento necessário para colocar em prática a análise de desempenho.

Além disso, é preciso montar a equipe completa, e não apenas contratar alguns poucos profissionais e sobrecarregá-los. Há também o problema da constante troca de treinadores e comissão técnica no futebol brasileiro.

Cada equipe formada por esses profissionais acima citados trabalha de uma maneira e tem dados e pontos que as interessam, por isso os estudos precisam ser constantemente interrompidos no meio, o que dificulta a sua disseminação entre os clubes.

Descubra a importância de um curso de análise de dados

O mercado de análise de desempenho no futebol tem perspectivas crescentes para os próximos anos. Já consolidado na Europa, a expectativa é que cada vez mais os clubes brasileiros comecem a adotar essa prática, a fim de ter um maior conhecimento sobre si mesmos e sobre os adversários.

Inclusive equipes menores, que participam de divisões de acesso, já entendem como é importante contar com essa prática. Por isso, aqueles times que não trabalharem com a análise de desempenho já vão sair atrás dos outros.

Com essa perspectiva de haver um maior interesse por parte dos clubes, a tendência é que os profissionais que estiverem mais capacitados acabem recebendo oportunidades e vagas para atuar no mercado.

A informação só é útil se for bem utilizada, por isso, aprender como colocar em prática diferentes conceitos é fundamental. Uma boa maneira para obter conhecimento sobre a análise de desempenho no futebol é realizando uma especialização sobre o assunto.

Durante todo o curso, são oferecidos materiais teóricos que, depois de aprendidos, são vistos na prática, e essa é uma das maiores vantagens de optar por capacitação, no lugar de somente buscar informações desencontradas na internet ou em qualquer outro meio.

Entenda por que a análise de desempenho no futebol é importante para uma equipe

Nem sempre o time que vence é o melhor, muitas vezes a vitória é daquele que está mais bem preparado. No futebol atual, essa preparação envolve diversos setores, que se interligam. A integração desses setores é total, e todo o trabalho da equipe deve girar em torno de uma tática e técnica, que pode vir desde as categorias de base até o time profissional.

Para colocar em prática todas essas técnicas e conseguir se superar no enfrentamento com um time que teoricamente é melhor, é necessário muito entrosamento, e a análise de desempenho no futebol tem papel importante nesse caso.

É por ela que as informações chegam à comissão técnica. Há três principais setores em que o analista interfere como um todo em uma equipe de futebol: na hora da contratação, no estudo do adversário e na análise da sua própria equipe.

Contratação

No momento da contratação de um novo atleta, o analista de desempenho é uma peça-chave para que a transação seja bem-sucedida e para que não se contrate um atleta indesejado, que provavelmente não atenderá às expectativas do clube.

Todas as informações do jogador podem ser relacionadas em gráficos e planilhas em poucos minutos. É possível saber em quantos jogos o atleta atuou, quantos gols ele marcou, qual foi a quantidade de desarmes e de passes certos e errados.

Além disso, o analista, pelo cruzamento de dados, consegue saber qual o nível de condicionamento físico do jogador. Em caso de lesão, é possível saber também o tempo médio de recuperação e a frequência com que o atleta costuma ter problemas.

Ao realizar uma contratação, o time contratante espera adequar o atleta ao esquema, e por isso é tão importante essa análise prévia do desempenho, para que se possa concluir se aquele possivelmente será ou não um bom investimento.

Estudo do adversário

Toda boa equipe deve conhecer a fundo o seu adversário. Cada time que participa de um campeonato tem uma maneira de jogar, e conhecê-lo não quer dizer que a equipe deva se adaptar totalmente ao adversário.

Estudar o oponente é importante, pois, por meio das informações, é possível definir uma estratégia para combater os pontos fortes e também uma maneira de explorar os pontos fracos. Há equipes que não mudam nunca os seus esquemas, porém existem também aquelas que adaptam a sua maneira de jogar a partir do sistema do adversário.

Quem observa o oponente tem uma probabilidade muito maior de sair vitorioso ao final do jogo. Por isso, a análise de dados torna-se tão importante nesse caso. Além disso, é possível adaptar diversas jogadas e esquemas para que o jogo fique mais favorável.

Estudo da equipe

Depois de realizar as contratações desejadas, formar um bom elenco e estudar o adversário, é dever de cada comissão de futebol conhecer a fundo o seu próprio grupo de atletas.

Possivelmente, a individualidade é mais conhecida pela comissão técnica, no entanto, há uma maior dificuldade de qualificar e quantificar dados do comportamento de cada atleta em conjunto com outros.

O técnico, acompanhando o cotidiano da equipe, consegue ter uma ideia, porém, pelo uso de um software de análise de desempenho, é possível dispor os dados em planilhas e ter certeza quanto ao comportamento da equipe.

O jogador X rende muito menos quando joga no esquema Y acompanhando do jogador Z. Essa tese pode parecer simples ao ler, mas não é tão fácil de ser montada no dia a dia do futebol. Contar com uma equipe de análise de desempenho, então, é importantíssimo para a evolução do grupo e para que o melhor esquema possa ser montado e utilizado.

A tecnologia é um bem que veio para ficar e qualificar muitas esferas da vida. Todas as organizações e segmentos da sociedade podem tirar algum proveito positivo dela, e os esportes não ficariam de fora. Disseminada no mundo inteiro, é notório que a tecnologia no futebol é um saber que agrega valor e benefício, qualifica e permite um melhor desempenho de quem faz uso dela.

Por esse motivo, em breve, todos os clubes, de alguma maneira, vão aderir a ela. Até o ano de 2014, poucos times no Brasil faziam uso e se beneficiavam da análise de desempenho no futebol. Na Copa do Mundo desse mesmo ano, no entanto, a Seleção Alemã investiu muito nesse aspecto, colheu os frutos e despertou sucesso e interesse dos times de futebol pelo mundo inteiro.

Apesar dessa luz e desse despertar, o Brasil ainda está longe de profissionalizar essa área do futebol, em comparação a outros países desenvolvidos. É consenso que o investimento na área da análise de desempenho vem aumentando, diversos times estão comprando softwares, contudo, o espaço e o tamanho da equipe ainda são menores do que poderia ser.

Entretanto, mais cedo ou mais tarde, o Brasil vai enxergar a importância e os benefícios da análise de desempenho e, como já vimos, todos os profissionais que forem especializados e estiverem por dentro do assunto sairão à frente.

Fonte: The360 UniSport  Brasil

ENTREVISTA – TEMA: ANÁLISE DE DESEMPENHO

Ricardo Pombo Sales

  • Nome: Ricardo Pombos Sales;
  • Profissão:  Analista de Desempenho da Confederação Brasileira de Futebol – Seleção Principal Feminina e Instrutor dos Curso de Análise de Desempenho CBF Academy PRO e BASE e Licença PRO.
  • Formação:
      • Possui Graduação em Educação Física pela Universidade de Taubaté (2000), Especialização em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (2002) e também pela Universidade Castelo Branco – Instituto Wanderley Luxemburgo (2009), Mestrado em Ciências Biológicas (Fisiologia e Farmacodinâmica) pela Universidade do Vale do Paraíba (2005) e Doutorando na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – UTAD, Vila Real, Portugal.
      • Atualmente é Analista de Desempenho da Confederação Brasileira de Futebol – Seleção Principal Feminina e Instrutor dos Curso de Análise de Desempenho CBF Academy PRO e BASE e Licença PRO.
      • Atuou por 7 anos (2008 a 2014) como Fisiologista do Exercício e Consultor em Ciência do Esporte da Delegação Esportiva de São José dos Campos-SP (Secretaria de Esportes e Lazer – FADENP) e Categorias de Base (Programa Atleta Cidadão), Professor Universitário e Sócio-proprietário da Empresa FISIOEX® Consultoria em Saúde e Rendimento Esportivo.
      • Possui títulos como integrante do corpo técnico em competições nacionais (Copa do Brasil e Paulista) e internacionais, além de participação em 04 Mundiais FIFA, Olimpíadas RIO 2016, Campeão da Copa América 2014 Principal e Sub 20, Campeão dos Jogos Pan Americanos 2015, Campeão Libertadores da América CONMEBOL 2011 e 2013 com o futebol feminino.
      • Com experiência na área de Fisiologia e Consultoria de diversas modalidades esportivas, com ênfase em Treinamento para o Alto Rendimento, Preparação Física e Análise de Desempenho de Esportes Coletivos.

 

1º Pergunta

Trivela na Rede: 

Em que momento a Análise de Desempenho entrou na sua vida? Foi uma escolha ou oportunidade do momento?

Ricardo Pombo Sales:

A Análise de Desempenho entrou em minha vida em 2012 quando fui fazer o Doutorado em Ciência do Desporto em Portugal. Andando pelo Campos da Universidade nos primeiros dias de aula me deparei com um treinamento de futebol com metodologias diferentes daquelas que estava acostumado a ver no Brasil e fiquei muito interessado. Fui logo tirando fotos e filmando, quando naquele momento o treinador veio pedindo para apagar tudo! Conversamos bastante, ele me explicou uma nova forma de treinar e entender o futebol. O mais legal disso que ele tornou-se o meu orientador do Doutorado e entrei de cabeça nos estudos na área. E nesse mesmo período o treinador Marcio Oliveira foi convidado para assumir a Seleção Brasileira Feminina e precisava de alguém nessa função de analista. Ele sabia que eu estava estudando de forma aprofundada a análise técnica e tática em Portugal e pouco tempo antes eu havia conquistado com ele a Tríplice Coroa e ficou fácil de trazer ao Brasil a metodologia que estudei e vi a Europa aplicando.

2º Pergunta

Trivela na Rede:

No Brasil, a Análise de Desempenho é um movimento recente, mas boa parte dos clubes, independentemente do tamanho, estão montando seus departamentos e contratando profissionais.  Qual o nível de investimento necessário para iniciar um trabalho profissional de Análise de Desempenho? (Espaço, Hardware, Software, Capital Humano e etc.)

 Ricardo Pombo Sales:

Adoro essa pergunta! O investimento inicial é em conhecimento e não em recursos materiais, pois o analista independente de recurso saberá o que fazer dentro de sua realidade. Inicialmente precisa aprender uma metodologia de trabalho e conceitos dentro do futebol. Assim, ao longo do tempo vai verificar a necessidade tecnológica e estrutura de acordo com as necessidades, sendo o mais baixo investimento até chegar a grandes estruturas tecnológicas com um grande investimento. A tecnologia ajuda muito, mas não é o determinante!

3º Pergunta

Trivela na Rede:

As pranchetas e planilhas feitas à mão, com alguns dados dos jogos, estão dando lugar a programas complexos que em poucos segundos oferecem milhões de informações. O futebol moderno exige reciclagem constate dos profissionais, principalmente dos Técnicos e Gestão!

Partindo desse pressuposto, as mudanças na forma de analisar propostas com a Análise de Desempenho causaram algum choque cultural ou resistência?

 Ricardo Pomo Sales:

Confesso que causa choque sim, mas nada adianta ter excesso de informação sem treinamento técnico e científico para interpretar as informações vinculadas ao contexto. Cabe ao analista guiar aos clubes um processo de planejamento, registro e recolha de dados, análise constante destes dados e principalmente gerar a informação final. Vale destacar que gerar informações finais não é impor condutas, o que no Brasil acontece muito e treinadores ficam receosos em trabalhar com analistas. Analista não é o treinador, ele levanta as informações e contribui diretamente no trabalho do treinador, mas as decisões e processos cabem ao treinador e não ao analista.

4º Pergunta

Trivela na Rede:

Analisando o mercado da Análise de Desempenho no Brasil, com ênfase no futebol, podemos classificar que o seu ramo de negócio está em um oceano azul, pouco explorado e de baixa concorrência.

Que conselho você daria, para aqueles que estão começando? Ainda têm espaço ou está saturado?

Fica o convite, para ler o livro A Estratégia do Oceano Azul de W. Chan Kim e Renée Mauborgne.

Ricardo Pombo Sales:

Posso dizer que é um Oceano SUPER Azul, pois muitas pessoas não conhecem os nichos de atuação de um analista de desempenho no futebol. Acreditam ser só em jogos. Mas posso citar diversas vertentes de trabalho como Categorias de Base, Prospecção de Talentos, Mercado (Compra e Venda), Mídias, Arbitragem, Goleiros, Departamento de Dados, Departamento de Inteligência no Futebol, Análise de Adversários, Gestão de Informações a Clubes, Federações, Confederações, etc… Existem muitos outros caminhos a se seguir dentro da análise de desempenho no futebol. O conselho que dou é buscar uma Metodologia sólida de trabalho e aplicar na prática. Conhecimento acumulado sem prática não servirá. Há muito espaço e quem chega primeiro bebe a água mais limpa.

5º Pergunta

Trivela na Rede:

Com base nas análises qualitativa e quantitativa, cite um profissional analisado por você e sua equipe, que apresentou os resultados mais surpreendentes! É possível manter uma regularidade?

 Ricardo Pombo Sales

Não vou citar nomes, mas posso dizer que dezenas de atletas foram beneficiados com esse trabalho. Ao ponto de o atleta passar a entender os objetivos reais de jogos e treinos. Gerando comportamentos e uma inteligência de jogo que não ocorria tão facilmente em anos anteriores. Saber como se comportar a cada fase e momento do jogo. Uma transformação coletiva e de resultado. Mas que o atleta de forma individual passou a tomar melhores decisões por entender os reais objetivos de cada treino e transpondo ao dia de jogo. Quanto a regularidade, afirmo que atletas que utilizaram-se das informações podem trabalhar em qualquer sistema tático pois vai prevalecer o entendimento do jogo e decisões as situações reais imediatas.

 6º Pergunta

Trivela na Rede:

A Análise de Desempenho está presente na Europa desde os anos 90. Isso explica a rápida acessão e fortalecimento de algumas equipes no velho continente? A Seleção da Bélgica e a Federação Belga de Futebol fazem uso dessa tecnologia?

Ricardo Pombo Sales:

Tenho certeza que sim. Tudo que possui um estudo aprofundado tende a evoluir. Quanto a Seleção Belga e Federação Belga não vou afirmar, mas o comportamento em campo e evolução é característico de quem estuda o futebol mundial e aplica conceitos nos treinos.

7º Pergunta

Trivela na Rede:

Sabemos que o esporte norte-americano conta com três grandes ligas: NFL, MLB e NBA.

Hoje, é difícil que um americano aponte uma predileção quando questionado.

Aqui no Brasil, o futebol (masculino) reina absoluto a gerações! Como mudar esse cenário?

Ricardo Pombo Sales:

Eu acredito que não é mudar o cenário, pois o futebol brasileiro conquistou o mundo e isso é nosso! Mas temos muitos outros esportes de alto rendimento em destaque em nosso país como o vôlei, automobilismo, etc. Acredito sim em ampliar a inclusão de nossas crianças em diversos esportes na escola. Sem o estimulo inicial durante a infância ficará mais difícil de ter resultados esportivos bem como fãs das diversas modalidades.

8º Pergunta

Trivela na Rede:

Cite o nome de uma referência profissional na sua vida. Explique sua escolha.

Ricardo Pombo Sales:

Vou citar três grandes nomes na qual tive prazer de compartilhar conhecimento, estudar, ser orientado e que me mostraram o futebol em outras perspectivas do que o jogo individual. Meus Orientadores Vitor Maças (Portugal) e Antônio Carlos Gomes (Brasil) e o Professor Jaime Sampaio (Portugal). Eles me guiaram cientificamente mostrando que o caminho que tem mais curvas geram maiores aprendizados.

9º Pergunta

Trivela na Rede:

A profissão de Analista de Desempenho Esportivo é regulamenta? Possui CBO*? Existe um sindicato e uma faixa salarial pré-estabelecida?

*(Classificação Brasileira de Ocupações)

 Ricardo Pombo Sales:

A profissão ainda não é regulamentada, trata-se de uma ocupação chamada no Brasil de Analista de Desempenho Tático. Sei que alguns grupos de analistas estão criando um sindicato e não existe uma faixa salarial pré-definida, mas geralmente o analista de desempenho recebe como um membro da comissão (preparador físico, treinador de goleiros, etc.)

10º Pergunta

Trivela na Rede:

Deixe registrado aqui, todos os endereços dos canais do seu trabalho! Twitter, Facebook, YouTube, Instagram, Site e etc.

Ricardo Pombo Sales

Ricardo Pombo Sales em AÇÃO!

31138105_1834665389885348_7382604944198598656_n
Seleção Brasileira de Futebol  – Seleção Principal Feminina – Campeã da Copa América!

View this post on Instagram

No final dessa matéria, disponibilizamos a entrevista EXCLUSIVA que fizemos via-E-mail com @ricardopombosales, Analista de Desempenho da Confederação Brasileira de Futebol – Seleção Principal Feminina e Instrutor dos Curso de Análise de Desempenho CBF Academy PRO e BASE e Licença PRO. At the end of this matter, we made available the EXCLUSIVE interview we made via e-mail with Ricardo Pombo Sales, Performance Analyst of the Brazilian Football Confederation – Women's Main Selection and Instructor of the CBF Academy PRO and BASE Performance Analysis Course and PRO License. www.trivelanarede.com #futebol #gol #goal #esport #esporte #blog #trivela #trivelanarede #profissões #profissional #yes #sim #meufechamento #jogador #player #analise #desempenho #analisededesempenho #analysis #performance #performanceanalysis

A post shared by Trivela na Rede (@trivelanarede) on

“Fim”.

You’ll Never Walk Alone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.