Mazola rescinde com São Bento e fica livre no mercado

são_bento
Foto: Divulgação E. C. São Bento

O atacante Mazola e o São Bento chegaram a um acordo na quarta-feira (24 de abril) e o contrato do atleta, que era até o final desta temporada, foi rescindido. Assim, o meio-campista fica livre no mercado para jogar em outro clube.

O jogador chegou na equipe de Sorocaba para a disputa do Campeonato Paulista e teve poucas oportunidades como titular sob o comando do técnico Marquinhos Santos. Quando Silas assumiu a equipe teve mais chances no time titular.

Após o rebaixamento da equipe no Estadual, atleta e clube fizeram o acordo.

“Conversei com o presidente Marcio Rogério e decidimos por rescindir o vínculo que seria até o final deste ano. Só tenho a agradecer a diretoria, ao clube e aos torcedores pela oportunidade de poder ter disputado o melhor campeonato estadual do Brasil.

Agora a vida segue e em breve um novo desafio”, comentou Mazola.

O atleta foi revelado pelo São Paulo, onde participou do Paulistão e Sul-americana. Um dos melhores momentos da carreira foi em 2010, quando vestiu a camisa do Guarani no Campeonato Brasileiro.

O jogador atuou ainda no Figueirense onde foi campeão catarinense, Ceará, CRB e Paulista de Jundiaí.

Mazola jogou também fora do país. No futebol da China, foram quatro temporadas defendendo o Zhejiang Greentowo e Guizhou Zhicheng. Ele também jogou no Portimonense (POR), Urawa Reds (JAP) e Jeonbuk Motors (COR).

Fonte: Carol Teberga

You’ll never walk alone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.