Executando planejamentos estratégicos, Diego Cope mantem contato com clubes paulistas

IMG-20190502-WA0002
Foto: Divulgação XV de Novembro de Piracicaba

O planejamento é o que norteia qualquer organização ou projeto, e não diferente disso é a situação de um clube esportivo

Diego Cope, iniciou sua trajetória fora dos campos no SEV-Hortolândia, quando conheceu o dirigente esportivo José Carlos Brunoro, atuou também nas categorias de base do Bragantino e a convite do próprio Brunoro, foi para o Desportivo Brasil.

No XV de Novembro de Piracicaba, conseguiu montar um elenco forte e competitivo, cumprindo com o que havia prometido na coletiva de impressa na sua apresentação.

Cope falou na entrevista coletiva sobre o perfil de atletas que ele, juntamente com os demais responsáveis pelo departamento de futebol do Nhô Quim deveriam buscar. “Serão jogadores de potencial, jovens, que não estejam há tempos sem atuar. A ideia é que cheguem em ritmo de competição, até pelo o que exige o torneio, com rodadas na sequência, mas deve haver uma mescla com atletas mais experientes para dar suporte em um campeonato tão difícil”, externou.

Na temporada do Paulista Série A2 deste ano, o XV de Novembro de Piracicaba conseguiu realizar uma excelente campanha, com ótimos números! Todavia, deixou escapar o acesso para a Inter de Limeira, que por sua vez, ficou com o vice ao perder por 3 x 1 para o Santo André.

Damos créditos para atual gestão do Nhô Quim, com certeza! Mas, vale ressaltar  o trabalhado excetuado pelo gestor Diego Cope, no período em que esteve a frente da equipe principal.

Com o final dos estaduais, muitos técnicos e suas comissões, e gestores, perdem seus empregos. Isso tem que mudar! A FPF e a CBF precisam rever, urgentemente, o calendário e dar mais rodagem para as equipes do nosso interior.

Futebol é momento? Mas uma equipe precisa de tempo para amadurecer. Assim é com a gestão.

A espinha dorsal de um elenco não pode ser mexida sem planejamento, é preciso ter cautela… É preciso contratar e desligar com responsabilidade.

Os resultados podem aparecer dentro de campo, mas se a saúde financeira do clube for afetada para alcançar esses resultados, então o trabalho definha em pouco tempo e o objetivo será parcialmente alcançado.

Diego Cope, sabe muito bem disso! E  não é a toa que equipes da série A2 e A3, estão mantendo contato para contratar o gestor.

Depois de muito insistência por parte da nossa equipe, conseguimos uma entrevista em áudio com o gestor Diego Cope.

Sempre muito reservado, Diego falou com exclusividade para o Trivela na Rede.

Por, Luan Rodrigues

You’ll never walk alone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.