Bolsa de estudos beneficia atletas a chegarem no ensino superior

agap
Foto: Divulgação AGAP | Sindicato de Atletas de SP

O incentivo é concedido através da Agap

Quem não sonhou em ser um jogador de futebol? Brilhar nos gramados e viver somente do esporte. Mas a realidade é totalmente diferente, e cada vez mais é preciso ter um segundo plano. A carreira de jogador é curta, e uma hora o atleta vai se aposentar. E aí aquela pergunta: O que vou fazer depois de encerrar minha carreira? Muitos pensam em se seguir dentro do futebol. Mas é preciso se preparar!

O Sindicato de Atletas de SP, tem como premissa cuidar de gente e oferece a seus sócios vários benefícios, dentre eles o programa de bolsa de estudos. Que permite que o atleta ingresse no ensino superior. O estudo é subsidiado em até 70% da mensalidade limitado a R$ 800,00 (oitocentos reais) mensais.

Para Martorelli, Presidente do Sindicato de Atletas de SP, a entidade possui duas vertentes de trabalho: Uma é a relação de trabalho e a outra é a condição social.
“Oque a gente puder fazer para aumentar os benefícios, e dar uma condição social para o atleta faremos. E oferecer essa possibilidade é um golaço que a gente marca, conclui”.

A bolsa é solicitada através da Agap (Associação de Garantia ao Atleta Profissional). No primeiro semestre do ano, o pedido é feito em janeiro e no segundo semestre, o pedido é feito em julho.

 Para aderir o atleta tem que enviar o RG, CPF ou carteira de habilitação junto com a ficha cadastral disponibilizada no site http://www.agap-sp.com.br/. E comprovar dois anos como jogador profissional, e ser filiado a Agap. O valor da taxa de anuidade de r$99,80.

A Agap recebe a solicitação, e encaminha para a Faap (Federação das Associações dos Atletas Profissionais).  A Faap é quem rege todo sistema ela é a Federação das Agaps. Após a solicitação a documentação é submetida à análise. Esse órgão tem o poder de indeferir e deferir o pedido.

A Agap foi a idealizadora desse projeto em prol do atleta, mas por falta de repasse da Faap ficou um tempo sem atividade. Em 2016 a entidade sindical conseguiu a operacionalização. Então a Agap entra como braço social do Sindicato, onde seus associados através da Associação de Garantia ao Atleta Profissional, conseguem requerer o benefício.

Thainan Guimaraes assistente administrativo do Sindicato, é o responsável pelo atendimento e afirma que, 90% dos atletas procuram o curso superior de Educação Física e 10% varia em cursos relacionados a saúde.

“Pra mim é muito importante receber essa demanda, não é fácil jogar e conciliar com o estudo. E para muitos é um recomeço. Pois a maioria que tem interesse em ingressar no ensino superior já parou de jogar”, falou.

No final do ano passado o zagueiro do Paulista, Gabriel Ribeiro se formou em Educação Física, e para ele o benefício é uma grande oportunidade para a categoria.
“Agradeço ao Sindicato dos Atletas de SP, por ter me proporcionado ao longo desse período a bolsa de estudos para minha graduação na Faculdades. E graças a essa oportunidade eu puder conciliar o futebol com os estudos.

Além do benefício de bolsa estudos os atletas podem solicitar medicamentos, caso o Sus não possua. Em caso de óbito tem o auxílio funeral.  Para solicitar o remédio se faz necessário apresentar a receita médica com mais três orçamentos. Em caso de morte se o atleta não for filiado, a família deve preencher a ficha cadastral no site da Agap, apresentar nota fiscal dos gastos e o comprovante de pagamento.

Fonte: Tuddo Comunicação

You’ll never walk alone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.