Uruguaio Fabián, representa a paixão pelo esporte feminino com incríveis desenhos das atletas

fabian
Foto: Divulgação | Crédito: @Fabián.v790

Fabián de 29 anos, mora em Montevideu, capital do Uruguai

Quando o assunto é futebol mundial, instintivamente pensamos, falamos e escrevemos sobre Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar.

Além da fama e fortuna, seria natural que um artista quisesse aproveitar as imagens desses jogadores para viralizar ainda mais as suas carreiras. Seria natural… Mas, não para Fabián! O oriental decidiu desenhar outros jogadores, ou melhor, jogadoras!

O elenco feminino da Ferroviária foi homenageado pelo cartunista, que enalteceu ainda mais a campanha das Guerreiras Grenás pelo vice na Taça Libertadores Feminina, disputada em 2019 no Equador. Edição que sagrou a equipe do Corinthians como Campeã pelo placar de 2 x 0.

A jogadora Nathane, ex-Ferroviária, foi a primeira a ser homenageada pelo cartunista. Nathane Cadorini Fabem, de 29 anos, chegou na Locomotiva, vinda do Flamengo/Marinha. Entre Campeonato Paulista, Brasileiro e Libertadores Feminina, foi a principal artilheira da equipe na temporada, marcando 21 gols em 37 jogos.

“Com o tempo, dedicarei caricaturas às nossas guerreiras como sinal de admiração e respeito. Seu jogo, sua força, seu positivismo e fé em Deus me geraram uma admiração importante e, como cartunista, vou criar desenhos baseados no meu estilo.” – escreveu Fabián.

Os investimentos e apoio são fundamentais para o desenvolvimento do futebol feminino no mundo. A estrutura oferecida para a prática do esporte em países da América do Norte, Ásia e Europa, estão à frente das encontradas na América do Sul.

O futebol feminino possui uma realidade completamente diferente do futebol masculino em diversos aspectos. Essas disparidades estão presentes desde as condições de treinamento e estrutura, até aos salários e patrocínios.

No Brasil por exemplo, o futebol feminino ainda precisa de mais visibilidade na mídia, incentivos, patrocínios e de apoios.

Fatores de caráter cultural e político, nos ajudam a entender essa situação e podemos começar aproveitando os bons exemplos. As iniciativas de quem realmente admira o trabalho do esporte feminino, assim como Fabián, podem fazer a diferença.

Seguimos resistindo, na luta pela mudança de antigos padrões e preconceitos. Empoderando as meninas na prática do esporte e afirmando que o lugar das mulheres é onde elas quiserem.

Pela hashtag #arteluchayrespeito e pelos seus perfis no instagram, Fabián divulga as suas artes e homenageia as guerreiras do esporte feminino. @adlr_2020 @fabian.v790

Texto: Luan Rodrigues – Editor

Uma goleada de informação – Trivela na Rede

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.