Estevam Soares fala sobre os impactos da pandemia COVID-19 no futebol

Estavam Soares tem larga experiência no futebol. Ex-jogador de sucesso nas passagens por São Paulo e Bahia, ostenta no currículo de treinador clubes como Palmeiras, Botafogo, Bragantino, Portuguesa, entre outros. Nas últimas duas temporadas, exerceu a função de coordenador técnico no Guarani e no Anapolina, clube que estava antes de acertar com o Oeste.

O coordenador de futebol do Oeste, respondeu importantes perguntas a respeito dos impactos causados pela pandemia COVID-19 no futebol nacional.

estevam_soares
Arte: Luan Rodrigues | Trivela na Rede

O futebol e o esporte como um todo podem ser fortemente impactados pela pandemia do COVID-19 no País, a dimensão dos danos será proporcional à duração da pandemia, podendo causar pesados prejuízos a atletas e equipes.

Sim. Temos a consciência que hoje o futebol é segundo plano, mas, é inegável o quanto essa paixão faz falta. Pensando nisso, resolvemos buscar respostas de especialistas do mundo da bola, que convivem ou conviveram no dia a dia do futebol.

Estevam Soares, respondeu a nossa equipe e compartilhou a sua opinião a respeito de questões tão complexas que são reflexos dessa terrível pandemia.

São três perguntas que foram contextualizadas por Luan Rodrigues.

1) A pandemia do coronavírus paralisou o esporte no Brasil e no mundo. Este cenário traz impactos financeiros drásticos: contratos de TV, patrocinadores, programas de sócios-torcedores, vínculos de atletas, bilheteria e premiações ficam sob suspense enquanto a bola não volta a rolar.

Como sobreviver dois meses sem receitas, com a problemática dos contratos curtos e as mesmas despesas?

Estevam Soares:

2) A solução para o calendário ainda está sendo discutida. Os estaduais serão encurtados e o Brasileirão começará na data programada? Será mantido o sistema de pontos corridos? Haverá uma Série A com menos datas e a volta do mata-mata? Alinhamento ao calendário europeu?

Qual a sua opinião a respeito?

Estevam Soares:

3) “Se sou sócio de um clube e, nele, além da mensalidade, pago ginástica, academia, escolinha dos meus filhos, o pensamento é de cancelar este custo.”
É neste momento que entra também a conscientização do torcedor de que todos devem ajudar.
Na sua opinião, qual postura o clube deve tomar/adotar para viabilizar e/ou compensar o torcedor?

Estevam Soares:

Uma goleada de informação – Trivela na Rede

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.